006-Hardback-Dust-Jacket-Bookshelf.png
A maioria das pessoas conhece o Papa São João Paulo II e o Papa Emérito Bento XVI, dois dos mais importantes teólogos e líderes católicos do século XX. Mas menos conhecido é o teólogo do século XIX que teve um impacto profundo na obra desses dois grandes pensadores: Pe. Matthias Joseph Scheeben.
 
images.jpg.png
220px-Matthias_Joseph_Scheeben.jpg
Scheeben nasceu em 1835. Aos 17 anos já havia terminado os estudos de humanidades e, ao completar seus estudos, ingressou no seminário de Colônia. Por causa de seus talentos extraordinários, ele foi enviado a Roma para seus estudos no seminário. Ele passou os próximos sete anos como um dos alunos do Collegium Germanicum. Scheeben foi ordenado sacerdote em 18 de dezembro de 1858. Ele passou a ensinar como doutor em teologia no seminário de Colônia. Seu primeiro trabalho foi uma tradução alemã dos primeiros Padres. Ele completou seu primeiro livro, Nature and Grace, em 1861. Em 1863 ele escreveu Os Esplendores da Graça Divina. 
No entanto, a magnum opus de Scheeben é seu tratado sobre os mistérios sobrenaturais, intitulado Os Mistérios do Cristianismo. O livro é realmente uma obra prima. Oferece uma síntese de todos os mistérios cristãos, destacando a coerência interna da fé cristã. 
711r8haNYKL.jpg
Scheeben queria mostrar como os mistérios sobrenaturais estavam inextricavelmente conectados. Seu sistema teológico, portanto, considera cada um dos mistérios sobrenaturais como parte de um todo maior. 

Scheeben acreditava que para entender adequadamente cada mistério individual, o teólogo deve ver como ele se relaciona com os outros mistérios. Scheeben enfatizou a natureza essencialmente trinitária da teologia cristã.  Embora o trabalho dele tenha sido inicialmente recebido com muitas críticas, um interesse em seu trabalho surgiu anos depois. De fato, os principais teólogos apontaram para Scheeben como uma forte luz. Por exemplo, Hans Urs von Balthasar afirmou com confiança que ele era “o maior teólogo alemão até hoje,  um marco." De fato, em 1935, no centenário do nascimento de Scheeben, o Papa Pio XI encorajou os estudantes do Germanicum a estudar a teologia de Scheeben. Em audiência com os estudantes, o Papa disse: “Toda a teologia de Scheeben traz a marca de uma teologia ascética piedosa". 
s-l400.jpg



Apesar de seu incrível impacto, muito pouco do trabalho de Scheeben foi traduzido para o português. De fato, quase nenhuma de suas principais obras foi traduzida do alemão original. Para um teólogo que foi tão influente nos estudos teológicos contemporâneos, é uma tragédia que tão poucos conheçam seu trabalho.


Em resposta a essa necessidade, a Editora Augusta deu início a uma tradução integral da obra "Die Mysterien Des Christenthums", sendo traduzida a partir do inglês "The Mysteries of Christianity".

Os Mistérios do Cristianismo é uma obra definitiva na evolução do pensamento católico ocidental, e continua a inspirar e desafiar uma nova geração de católicos que buscam uma apresentação logicamente rigorosa e sincera das verdades da fé católica.

149,00
(valor por tempo limitado)

Se desejar comprar parcelado sem cartão, envie uma mensagem para nós pelo chat ou qualquer rede social.

1 - SUNGENIS.docx.png