PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE IMAGENS

Extraído e traduzido de Radio Replies


1. Por que as igrejas católicas são decoradas com imagens e estátuas em violação do segundo mandamento?

O segundo mandamento é: “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão.” Os protestantes, é claro, chamam isso de terceiro mandamento. Mas eles estão errados ao fazer isso, tendo tomado aquela parte do primeiro mandamento que se refere às imagens como o segundo dos mandamentos de Deus. Mas essas palavras proíbem a produção de imagens? Não. Deus estava proibindo a idolatria, não a fabricação de imagens. Ele disse: “Não farás para ti nenhuma imagem esculpida de qualquer coisa no céu em cima, ou na terra embaixo. Não te prostrarás diante deles, nem os adorarás”. Deus adiciona deliberadamente essas últimas palavras, mas você as ignora. Ele proíbe os homens de fazerem imagens para adorá-las. Mas Ele não proíbe a produção de imagens. Você encontrará os mandamentos dados em Êxodo 20. Mas nesse mesmo Livro, 24.18, você encontrará Deus ordenando aos judeus que façam imagens de anjos! Você acusaria Deus de não conhecer o sentido de Sua própria lei? Ele diz: “Farás também dois querubins de ouro batido, nos dois lados do oráculo.” E também Deus ordenou a fabricação de uma serpente de bronze e o templo de Salomão era ornamentado com imagens. Estaria Deus violando o mandamento? Em outras palavras, os judeus deviam fazer imagens das coisas do céu. E se sua interpretação for verdadeira, por que você viola a lei de Deus ao fazer imagens de coisas na terra embaixo? Por que imagens de reis e políticos em nossos parques? Por que fotos de amigos e parentes? Em sua teoria, você não poderia nem mesmo tirar uma foto de uma árvore. Você estaria fazendo a imagem de uma coisa da terra. Você coa um mosquito e engole um camelo! Não. Deus não proíbe a criação de imagens; Ele proíbe fazer imagens para adorá-las.


Tenho visto ídolos nas igrejas católicas.


Você nunca viu um ídolo em uma Igreja Católica. Uma imagem é um ídolo apenas quando é objeto de adoração divina. Você viu imagens em igrejas católicas, mas todo católico sabe que o culto divino não pode ser oferecido a tais imagens. Você diria que a Estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, é um ídolo?


3. Deus nos proibiu de adorar estátuas de gesso, como fazem os católicos


Deus nos proíbe absolutamente de adorar estátuas de madeira e pedra, e os católicos não são tão tolos a ponto de cometer um pecado tão grave. Mas os católicos honram as representações daqueles que estão no céu, assim como todos nós honramos nossos soldados mortos com homenagens de respeito. Se eu me curvar diante da bandeira de meu país ao passar o memorial para nossos soldados mortos, estou honrando o pano ou a pedra, ou o que eles representam? Se for lícito nesse caso, certamente é lícito homenagear os memoriais dos heróis mortos do Cristianismo, os Santos.


Tenho visto católicos de joelhos adorando e orando às estátuas em suas igrejas.


Você não tem visto nada disso. Você já viu católicos ajoelhados em oração, e talvez ajoelhados diante de uma imagem de Cristo ou de Nossa Senhora. Mas se você concluiu que eles estavam orando para as estátuas, isso não era culpa dos católicos. Foi culpa sua, pois os julgou de acordo com suas próprias idéias preconcebidas. Sem se preocupar em pedir informações, você adivinhou o que se passava na mente deles e você errou. Diante de uma imagem de Maria, os católicos podem se ajoelhar e orar a Deus por intercessão daquela Mãe de Cristo que a estátua representa. Mas você não tem o direito de acusá-los de orar à estátua. Se você se ajoelhasse ao lado da cama à noite para uma oração, eu poderia dizer que você está adorando ou orando ao seu colchão?


Mas eu vi um católico beijar os pés de uma estátua de Cristo.


Se eu beijar a fotografia da minha mãe, estou homenageando um pedaço de papelão? Ou é uma homenagem de amor e respeito oferecido a minha mãe? Um católico reverencia imagens e estátuas apenas na medida em que elas o lembram de Deus, de Cristo ou de Nossa Senhora e dos Santos. O pagão adora uma coisa de madeira em si, eu como católico beijo a cruz não porque é um pedaço de madeira, mas porque representa Cristo e Seus sofrimentos em meu nome. E estou certo de que Nosso Senhor olha lá do céu e diz: “Abençoe o menino; pelo menos ele agradece o meu amor por ele.” Seu erro é tentar julgar as intenções interiores a partir da conduta exterior – uma política sempre perigosa.


A Igreja Romana omite o segundo mandamento, e então divide o décimo em dois, a fim de evitar ter apenas nove.


O inverso é o caso. Os protestantes transformam o primeiro mandamento em dois, e então, para escapar de ter onze, transformam o nono e o décimo em um! O primeiro mandamento, conforme dado na Bíblia, é o seguinte: “Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás diante de mim deuses estranhos. não faças para ti algo de escultura, nem à semelhança de qualquer coisa que está no céu em cima, ou na terra em baixo, nem daquelas coisas que estão nas águas debaixo da terra. Tu não as adorarás, nem as servirás. Eu sou o Senhor teu Deus, etc. ” Êxodo, XX., 1-6.


Você está violando o texto das Escrituras. A referência a imagens é um verso separado.


A numeração dos versos não oferece nenhum argumento. Não havia distinção numérica de versículos nas Escrituras originais. Nem Deus revelou tais distinções. Todos os que estão familiarizados com o assunto sabem que as Escrituras foram divididas em versículos pelos homens alguns séculos depois de Cristo para maior conveniência. O método de dividir os mandamentos, entretanto, não é de grande importância. As queixas dos protestantes contra a divisão católica são mais ou menos como as de alguma filha que gostaria de soletrar seu nome SMYTH, e que reclama que sua mãe soletra SMITH. Mas a mãe sabe melhor como deve ser escrita, e a mãe Igreja sabe melhor como os mandamentos devem ser contados.


30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo